Ser VOLUNTÁRIO é SER HUMANO!

Marcelo Rachid de Paula

“O voluntariado é uma oportunidade excepcional para a prática do bem e da solidariedade”.

Ser voluntário é muito mais que oferecer uma parte de seu tempo, é muito mais que olhar para a necessidade do outro, muito mais que fazer parte de uma maravilhosa corrente, muito mais que colocar o seu entendimento e experiência em benefício do todo, vai além das expectativas do ser humano e o coloca em destaque, tanto para quem doa, quanto para quem recebe.

O voluntário é um guerreiro silencioso que não busca fama, dinheiro ou oportunidade de riquezas, apenas dá o que tem de melhor. A visão do voluntário é ampla e bela, pois tem um alcance infinitamente maior sobre o que acontece ao seu redor e se integra a estas condições sempre com muita entrega e determinação.

Atuo na área do terceiro setor há 10 anos e uma frase que ouço constantemente é: “Gostaria tanto de ajudar, mas não sei como.”

Existem hoje no Brasil cerca de 600.000 organizações sem fins lucrativos atuando em diversas áreas (social, educacional, ambiental, saúde, cultural, esportivo, etc.) e cada uma delas apresenta oportunidades para que as pessoas possam oferecer sua capacidade e experiência em favor deste maravilhoso setor da economia através da doação pessoal e intransferível!

Cada uma delas tem a sua missão e apesar de muitas realizarem e colocarem em prática projetos de naturezas semelhantes têm peculiaridades diferentes, levam soluções e amenizam a dor e o sofrimento de muitas pessoas, proporcionando condições para que a vida de todos os envolvidos melhore consideravelmente.

Nos EUA e Europa, esta prática é bem mais difundida, com as pessoas tendo a plena noção de importância para este tipo de atitude. O que se deve salientar nestes locais e que diferem muito da nossa realidade aqui no Brasil é a legislação existente, voltada para o crescimento do setor e da sociedade (leia e conheça o modelo Canadense), bem diferente da nossa, ainda muito vaga e clientelista, “forçando” as instituições a estarem sempre com o “chapéu na mão” para conseguir recursos, além de dificultar a busca de voluntários, tão importantes para a realização de seus processos e ações internos e externos.

Outro fator de grande importância que destaco e que especialistas em RH vem reiterando de forma mais concreta, é que o voluntariado hoje, além das benesses oferecidas aos assistidos, além do bem estar sentido por quem está ajudando, também abre a possibilidade de estarem conseguindo oportunidades de um emprego fixo e permanente, pois a visão dos empresários para este tipo de atitude está crescendo de forma benéfica e produtiva e com a visão voltada à responsabilidade social.

É deste universo que falo e indico para aqueles que se encaixam no perfil de pessoas que podem doar pelo menos 01 hora por semana em favor de alguma causa.

É muito fácil! Somente basta desejo de ajudar, aliado ao comprometimento com a causa.

Ser voluntário é Ser Humano…


Marcelo Rachid de Paula

Formado em Gestão de Negócios e da Informação e Pós-graduado em Gestão Empresarial.

Desde 2007 atuando no Terceiro Setor com ações de Consultoria, Apoio, Orientação e Capacitação de pessoas através de cursos e eventos desta maravilhosa área da economia.


 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s