O Dia de Doar está próximo….você vai ficar de fora?

dia_de_doar_facebookperfil

Olá a todos!

Estamos nos aproximando de uma data especial (02/12/2014) que está transformando positivamente a vida de muitas pessoas aqui no Brasil e também em todo o planeta.

Estou falando do DIA DE DOAR, um evento idealizado inicialmente nos Estados Unidos e que hoje se espalhou pela Europa e diversos países do mundo.

idosa de braços abertos

Você pode estar se perguntando o que isso tem a ver com Voluntariado e digo que tem tudo a ver, pois, quando  falamos em doações, as pessoas imediatamente imaginam doando dinheiro ou algo em espécie, porém, doar seu conhecimento, seu trabalho, sua expertise, etc. em favor de outros, é perfeitamente válido e trás benefícios para quem os recebe.

doar tempo

Portanto meu caro amigo, faça isso! Doe seu tempo, seu conhecimento e sua experiência para alguém ou uma organização social ou uma família, um mendigo, um amigo….

Não se esqueça, dia 02/12/2014 é a data que se comemora este dia! Doe você também!

Acesse http://www.diadedoar.org.br/ e conheça mais:

infografico Dia de doar

 Baixe o infográfico dia de doar

Cuide do seu mundo…

“Segundo definição das Nações Unidas, “o voluntário é o jovem ou o adulto que, devido a seu interesse pessoal e ao seu espírito cívico, dedica parte do seu tempo, sem remuneração alguma, a diversas formas de atividades, organizadas ou não, de bem estar social, ou outros campos…”
É um agente de transformação, que presta serviços não remunerados em benefício da comunidade; doando seu tempo e conhecimentos. Realiza um trabalho gerado pela energia de seu impulso solidário, atendendo tanto às necessidades do próximo ou aos imperativos de uma causa, como às suas próprias motivações pessoais, sejam estas de caráter religioso, cultural, filosófico, político, emocional.”
Quando nos referimos ao voluntário contemporâneo, engajado, participante e consciente, diferenciamos também o seu grau de comprometimento: ações mais permanentes, que implicam em maiores compromissos, requerem um determinado tipo de voluntário, e podem levá-lo inclusive a uma “profissionalização voluntária”; existem também ações pontuais, esporádicas, que mobilizam outro perfil de individuos que colaboram com a sociedade.
Ao analisar os motivos que mobilizam em direção ao trabalho voluntário, percebemos que existem dois componentes fundamentais: o de cunho pessoal, a doação de tempo e esforço como resposta a uma inquietação interior que é levada à prática, e o social, a tomada de consciência dos problemas ao se enfrentar com a realidade, o que leva à luta por um ideal ou ao comprometimento com uma causa.
No livro, “Em Busca de Sentido”, do Dr.Viktor Emil Frankl (1905/ 1997) , médico e psiquiatra austríaco, sobrevivente dos campos de concentração, fundou a escola da Logoterapia, que explora o sentido existencial do indivíduo e a dimensão espiritual da existência. Demonstra a força do ser humano e a sua capacidade de doação, mesmo diante de situações extremas, encontrando respostas existenciais quando no exercício da fraternidade.

..”Nós que vivemos nos campos de concentração podemos lembrar de homens que andavam pelos alojamentos confortando a outros, dando o seu último pedaço de pão. Eles devem ter sido poucos em número, mas ofereceram prova suficiente que tudo pode ser tirado do homem, menos uma coisa: a última das liberdades humanas – escolher sua atitude em qualquer circunstância, escolher o próprio caminho.”

Nesse dia especial,vamos refletir quais são nossos valores, observando se estamos tão somente oferecendo aquilo que temos ou se estamos em busca de algo mais sublime para a nossa existência, desenvolvendo virtudes e a capacidade de amar uns aos outros.
Segue uma definição de Virtude, encontrada no Livro dos Espíritos de Allan Kardec: 
Questão 893: Qual a mais meritória de todas as virtudes?

– Todas as virtudes têm o seu mérito, porque todas são indícios de progresso no caminho do bem. Há virtude sempre que há resistência voluntária ao arrastamento das más tendências; mas a sublimidade da virtude consiste no “sacrifício do interesse pessoal para o bem do próximo, sem segunda intenção. A mais meritória é aquela que se baseia na caridade mais desinteressada.”

Conferência Internacional do Voluntariado

Fonte: http://www.conferencia.redebrasilvoluntario.org.br/

A Conferência Internacional do Voluntariado, que ocorrerá de 15 a 17 de dezembro de 2011, em São Paulo, é um evento realizado pela Rede Brasil Voluntário – RBV e o programa de Voluntários das Nações Unidas – VNU Brasil em parceria com o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento – PNUD Brasil e tem o patrocínio do Banco Bradesco, Instituto C&A, Instituto Itaú Social, Instituto Unibanco e Kraft Foods.
O evento tem um caráter especial, pois marca a celebração do décimo aniversário do Ano Internacional dos Voluntários – AIV+10 instituído pela ONU e consolida o conjunto de ações previstas no projeto “Década do Voluntariado”, como a Campanha “O Planeta é Voluntário” e a Pesquisa do Voluntariado no Brasil.

Estrutura

O programa e a dinâmica das atividades propostas para este evento buscam valorizar a principais iniciativas e diversidade de temas relacionados ao voluntariado. Ainda destaca-se, como parte da programação, a realização do Encontro das Redes de Voluntariado, onde irão ser dialogadas boas práticas, ferramentas eficientes de comunicação para manutenção das redes e proposto uma agenda comum de integração regional e rede de intercambio.
Com o objetivo de proporcionar diferentes formas de aprendizado, intercâmbio e compartilhamento de experiências, realizaremos plenárias e painéis. Estão igualmente previstas atividades culturais, com o objetivo de valorizar e mostrar a riqueza e a nossa diversidade artística.

Plenárias: objetivam a reflexão sobre visões e análises dos principais desafios e tendências do voluntariado internacional e nacional.

Painéis temáticos: por meio de apresentação de experiências de implementação, serão analisadas as dificuldades, as soluções e as escolhas que alcançam estratégias de promoção e exercício do voluntariado.

Encontro das Redes de Voluntariado: momento em que serão apresentadas e discutidas boas práticas, ferramentas eficientes de comunicação para manutenção das redes e proposto uma agenda comum de integração regional e rede de intercambio.

Tema: A Década do Voluntariado

A Conferência Internacional do Voluntariado se propõe a contribuir decisivamente para o avanço das reflexões sobre a importância e impactos do voluntariado no Brasil.
A Assembléia Geral da ONU proclamou 2001 como o Ano Internacional dos Voluntários em reconhecimento à valiosa contribuição e potencial adicional do voluntariado para o desenvolvimento econômico e social. O voluntariado também é reconhecido pelas Nações Unidas pelo importante papel que desempenha para o alcance dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM). Neste contexto, o AIV + 10 é uma oportunidade para celebrar e também avaliar os progressos realizados pelo trabalho voluntário desenvolvido e incentivado pela ONU, segundo seus quatro pilares:

Reconhecimento – Reconhecer o valor do voluntariado para a sociedade em todo o mundo e a conexão entre o voluntariado e os ODM;

Facilitação – Garantir que o número máximo de pessoas da mais variada gama de recursos tenha acesso a oportunidades de voluntariado;

Networking – Promover o intercâmbio de experiências e reforço das parcerias entre diferentes entidades para a promoção e implementação de projetos de voluntariado;

Promoção – promover a articulação e a cooperação entre voluntários, organizações privadas, governos e a sociedade civil.

Obtenha mais informações sobre o Ano Internacional dos Voluntários e sobre o AIV+10 instituído pela ONU em: http://www.worldvolunteerweb.org

Inicio da série o Poder das Mídias Sociais para resolver os grandes problemas mundiais: Case Charity Water

Fonte: http://blog.voluntariosonline.org.br

Você tem alguma dúvida de que as mídias sociais possibilitam a cada um de nós mudar o mundo?
A quantidade de histórias recentes sobre o uso das tecnologias e mídias sociais, em vários países, para resolver os grandes problemas mundiais é enorme e merece ser divulgada em português.

Em função disso, decidimos traduzir e resumir algumas delas a fim de  compartilhar com vocês.

Vamos  começar pelo resumo do case da Charity Water publicado no site do The Dragonfly Effect:

Scott Harrison, um ex-promoter de moda e nightclub,  estava no seu auge. Ele tinha dinheiro, poder e belas namoradas. Mas junto com esse seu estilo de vida veio algo a mais que lhe inquietava: ele estava espiritualmente falido. Desesperado, ele queria mudar. Estava constantemente pensando: Como seria o oposto da vida que vinha levando? E na busca por essa resposta, ele se registrou como voluntário em hospital flutuante que oferecia cuidados médicos nas mais pobres nações do mundo. Trocou seu confortável apartamento em Nova Iorque  por uma pequena cabine com beliches e companheiros de quarto, e os caros restaurantes por refeitórios com centenas de pessoas.

Harrison viajou para a África, servindo como foto-jornalista, e começou a ver um mundo completamente diferente do que conhecia.

Logo na chegada no porto, a equipe médica do navio mostrou fotos de deformidades e doenças que eles poderiam aliviar, sendo que milhares de pessoas estavam esperando por cuidados e respostas para seus graves problemas.

Harrison, através de suas lentes, começou a focar pobreza e dor, e a  documentar os dramas e a coragem dessas pessoas.

Depois de oito meses, Harrison voltou para Nova Iorque, mas não para a sua antiga vida.

Ciente de que muitos dos problemas e doenças que viu durante a sua viagem eram causados pelo acesso inadequado à água potável, ele fundou a Charity:Water, uma ONG que visa levar água pura e potável para as pessoas das nações em desenvolvimento.

“Tudo começou com uma festa de aniversário”, conta Harrison. Harrison lançou a  organização  no seu aniversário de 31 anos,pedindo a seus amigos que doassem  $31 dólares para seus esforços de levar água potável em vez de lhe dar presentes. As doações de amigos somaram $15,000 dólares e  ajudaram a implementar os primeiros trabalhos da  Charity: Water em Uganda.

E simples assim, a Charity: Water nasceu.

Nos três anos que se seguiram, o desejo de aniversário de Harrison levantou $13 milhões de dólares, 1.548 projetos de água; e mais de oitocentas mil pessoas já foram beneficiadas com água limpa e tratada.

Com inovadoras e vencedoras campanhas nas mídias sociais, como o  Twitter festival (chamado “O Twestival”) que levantou quase hum milhão de dólares em doações, ou a  oportunidade para que outros replicassem festas de aniversário com doações para Charity:Water, Charity:Water serve como um  exemplo dos poderosos caminhos em que as mídias sociais podem ser utilizadas para engajar as pessoas e inspirá-las para a ação.

O sucesso da Charity:Water pode ser explicado pelos princípios do Design:

1) Contar uma história poderosa

2) Estabelecer uma conexão emocional

3) Ser autêntico

4) Usar Plataformas Poderosas.

E  você,  ainda tem  dúvida de que cada um de nós pode fazer a sua parte por um mundo melhor?

Case traduzido e resumido voluntariamente por Fernanda Bornhausen Sá
@fernandabornsa

fernandabbsa@gmail.com

http://www.slideshare.net/fernandabbsa

www.voluntariosonline.org.br

Para a conhecer a Charity Water, clique aqui.

Veja Slideshare com imagens.

Case original no site The Dragonfly Effect.